Analista financeiro que foi apanhado a ver mulheres nuas não vai perder o emprego

David Kiely, executivo do Macquarie Bank, em Sydney, na Austrália, que foi apanhado a ver fotos de mulheres nuas no computador de trabalho enquanto um colega fazia a análise de mercados financeiros em directo para a televisão, não vai ser despedido.

O Macquarie Bank diz que realizou uma investigação, mas que o executivo não perderá seu cargo na empresa. Até porque já existia uma campanha na Internet, pedindo para que David Kiely não fosse despedido. A própria Mirand Kerr, modelo cujas fotos eram apreciadas por Kiely, já se mostrara disposta a assinar a petição

“Já sei que há uma campanha na internet para que ele não seja demitido e eu, obviamente, vou assinar essa petição”, disse Miranda Kerr, de 26 anos, ao site australiano news.com.au.

Como tudo aconteceu

Enquanto Martin Lakos, consultor financeiro da empresa Macqurie Private Wealth, fazia comentários em directo para o noticiário do Cannel 7, da Austrália, um seu colega de escritório deitou tudo a perder.

Mulheres nuas, outras de topless e até uma pose provocante da actriz Miranda Kerr foi o que o sujeito foi partilhando inadvertidamente com todos os telespectadores do Channel 7. Só já no fim da intervenção do seu colega é que o funcionário se apercebeu. Tarde demais, pois o vídeo com a sua façanha já corre mundo na Internet.

Fonte:Visão

Ai com caraças aquilo é que foi pontaria. Não me admirava nada que o exemplo do gajo fosse seguido por mais homens…

1 comentário a “Analista financeiro que foi apanhado a ver mulheres nuas não vai perder o emprego”