«Jogo da Morte»: programa de TV transforma concorrentes em carrascos

Aparentemente, o novo programa de televisão em França reúne todas as habituais características de um banal «reality show», com um público barulhento e um conhecido apresentador a incentivar os participantes. No entanto, este programa transforma os concorrentes em verdadeiros carrascos, torturando um homem com choques eléctricos até este implorar misericórdia e… cair morto.
No entanto, o que os concorrentes não sabem é que ao participar no «Jogo da Morte», estão também a integrar uma experiência para averiguar se a televisão os poderia forçar a ter comportamentos ultrajantes, despoletando comparações com as atrocidades cometidas pelos nazis, avança a AFP.

«Ficámos surpreendidos ao verificar que 81 por cento dos participantes obedeceu» às ordens sádicas do apresentador, afirmou o realizador Christophe Nick. «Eles não estão preparados para desobedecer», acrescentou.

Nick e uma equipa de psicólogos recrutaram 80 voluntários, alegando que iam participar num novo programa de televisão. O jogo consiste em colocar questões ao adversário e castigá-lo com choques eléctricos quando ele erra a resposta. Sem terem conhecimento de que o adversário é um actor, os participantes castigam-no, incentivados pela plateia e pelo apresentador, até o outro «jogador» parecer morto.

Dos 80 concorrentes, apenas 16 desistiram. Uma participante revelou que prosseguiu com a tortura até ao fim, apesar de os próprios avós terem sido perseguidos pelos nazis.

A experiência teve como base um estudo na Universidade de Yale, nos anos 60, onde, através de métodos similares, se observou como cidadãos obedientes podem participar em extermínios em massa.

Fonte: tvi.24

Uau, grande estudo! A realidade como ela é. Se isto for feito em mais países, o resultado vai ser o mesmo! Basta haver gente a incentivar, que somos capazes de fazer as coisas mais horríveis que se pode imaginar!

 

One thought on “«Jogo da Morte»: programa de TV transforma concorrentes em carrascos”