Gordura humana vendida para fazer cosméticos

Lipo-dieselAs autoridades peruanas detiveram um grupo suspeito de matar pessoas para lhes extrair a gordura corporal, que depois enviava para indústrias de cosméticos na Europa. Cada litro de gordura humana seria vendido por cerca de 10 mil euros.

Segundo o chefe da Direção de Investigação Criminal do Peru, general Felix Murga, os corpos esquartejados eram pendurados em ganchos de metal e assim ficavam até derreter a gordura.

Quatro suspeitos foram detidos, mas outros dois, de origem italiana, continuam a monte.

Fonte: Visão

Não há mulher Photoshop!

 phtoUm grupo de cinquenta membros do parlamento francês quer introduzir na imprensa um alerta sobre o uso de Photoshop em imagens publicadas. A ideia é incluir em revistas frases como: “Foto retocada para mudar a aparência física”.

O objetivo do projeto é combater o culto ao estereótipo de beleza, usualmente cultuado entre mulheres, de jovens e magras.

As modelos e celebridades que gostam de sair nas primeiras páginas de jornais e de revistas não devem ter ficado muito felizes com o projeto. Afinal, desde que foi inventado, o Photoshop vem sendo um fiel parceiro.

O projeto é de autoria da legisladora Valerie Boyer, responsável por um estudo sobre distúrbios alimentares. “Nós queremos combater a imagem estereotipada de que toda mulher deve ser jovem e magra”.

Segundo informou o jornal The Telegraph, em acordo à proposta, a revista francesa Elle trouxe, na edição de abril, capa de modelo e fotos internas com personalidades sem uso do recurso de Photoshop, como nas imagens acima que retratam a figura da modelo Jessica Alba, com e sem tratamento especial.

Fonte: youpode

“Unfriend”

Unfriend – verbo, retirar alguém de uma rede social da Internet, como por exemplo o Facebook, removendo o seu estatuto de “amigo”. Unfriend, que se poderia traduzir muito livremente por “desamigar”, é a palavra do ano 2009, segundo o New Oxford American Dictionary.

Unfriend

A palavra é baseada no universo do Facebook, que tem mais de 300 milhões de utilizadores em todo o mundo, e ganhou a outras concorrentes como sexting (envio de sms sexualmente explícitos), funemployed (pessoa que aproveita estar desempregada para se divertir) ou birther (refere-se a quem acredita nas teorias da conspiração sobre a autenticidade do certificado de nascimento do Presidente norte-americano, Barack Obama).

No blogue do New Oxford American Dictionary chama-se ainda a atenção para palavras compostas a partir de outras, destacando as relacionadas com o serviço de microblogging Twitter (twiterature, tweetaholic) e com o Presidente Obama (Obamanomics, Obamacons, Obamalicious).

Noutros anos, o dicionário escolheu palavras como hypermiling (estratégias de aumentar o rendimento do combustível de um carro, poderia ser traduzido como “hiperquilometrar”), locavore (pessoa que consome apenas comida produzida localmente, em português seria qualquer coisa como “locávoro”), carbon neutral (neutro em termos de emissões de dióxido de carbono), ou podcast (registo áudio acessível através da Internet).

As palavras do ano são incluídas nas versões actualizadas do New Oxford American Dictionary online. O anúncio da palavra do ano é sempre uma altura para discutir tendências sociais em blogues, jornais, no Twitter, até no Facebook. Nos últimos anos as palavras escolhidas têm vindo de áreas como economia, ecologia e tecnologia

Fonte: Publico

Tentou assaltar supermercado, mas ficou preso num buraco

ladraoÉ uma história digna de um filme de comédia. Em Almancil, no Algarve, um homem de 23 anos tentou assaltar esta noite um supermercado, mas ao entrar por uma pequena janela acabou por ficar entalado toda a noite, só sendo descoberto de manhã. Exactamente como um gato escondido, mas com o rabo de fora.

Eram já 7:00 quando o proprietário foi abrir o supermercado e as funcionárias aperceberam-se do assaltante na cave. O proprietário fechou de imediato as portas e foi pelo exterior do edifício perceber o que se passada. Foi quando se deparou com o homem pendurado, com as pernas de fora (sem calças) e o resto do corpo dentro do edifício.

Esta não é a primeira tentativa de assalto ao supermercado, mas nunca ninguém viu nada assim.

O rapaz foi detido pela GNR, mas deve apenas ser notificado para comparecer em Tribunal, dado que o assalto não se concretizou.

Fonte: Tvi 24

Portugueses em lugar de destaque na lista dos recordes mais originais

Recordes PortuguesesDetentor dos recordes do maior reinado europeu e do mais antigo tratado político, Portugal figura também no Guinness com proezas no mínimo originais – chifres, aviões de papel, colorações capilares e muitos pratos fartos protagonizam alguns dos mais caricatos.

Quinze mil pessoas participaram em 1998 numa das mais mediáticas tentativas de ‘multi-recordes’ do país: uma gigantesca feijoada foi servida na maior mesa do mundo, na inauguração da maior ponte da Europa, a Vasco da Gama.

Nos últimos anos, Portugal obteve novos títulos culinários, como os maiores pão de chouriço, bolo-rei, tacho de caracóis, broa de Avintes, assador de castanhas ou o cozinhado de maior dimensão confeccionado sem ajuda.

Já os fãs do desporto desiludidos com a falta de conquistas em campeonatos mundiais ou nos Jogos Olímpicos podem tentar contentar-se com o recorde da maior largada de bolas de futebol a partir de uma altura de 20 metros, em Gondomar, onde o presidente da câmara, Valentim Loureiro, admitiu nunca ter visto «tanta bola junta».

A criatividade nacional é tanta que a mais recente proeza – inserida, como muitas, numa estratégia publicitária – conseguiu incluir no Livro do Guinness mais um feito nunca antes tentado: o maior número de colorações de cabelo em 24 horas.

Eis alguns dos recordes mais caricatos alcançados em Portugal:

Maior lançamento em simultâneo de aviões de papel – Milhares de pessoas atiraram 12672 aviões de papel, construídos na hora, para o relvado do Estádio do Dragão, em 2007.

Maior número de bolas de futebol atiradas de uma altura de 20 metros – As 5071 bolas foram largadas num estádio em Gondomar, em 2007, a partir de uma rede suspensa de uma grua, durante o Europeu de futsal.

Maiores chifres de um bode – Um metro e nove centímetros, de ponta a ponta, puseram um bode de Ourém e o dono, Amílcar Reis Mendes, entre os mais curiosos recordes do Guinness em 2002.

Maior número de colorações de cabelo em 24 horas – Em Outubro passado, uma maratona num salão lisboeta deu cor aos cabelos de 380 mulheres, numa acção inserida no lançamento de novos produtos.

Maior número de t-shirts vestidas – Representando uma marca de roupa, Eduardo Freitas conseguiu vestir 268 t-shirts em duas horas, em Maio passado, num centro comercial em Oeiras.

Maior mesa/Maior número de pratos lavados – Cerca de 15 mil pessoas sentaram-se numa mesa de 5050 metros na ponte Vasco da Gama, em 1998, para saborear uma feijoada à alentejana. Os pratos foram lavados com apenas um litro do detergente patrocinador.

Maior bouquet de noiva – Fátima Fernandes criou uma composição com rosas, orquídeas, talos de espargos e fetos, num total de 42 metros e 60 quilos, para um casamento em Almargem do Bispo, em 2002.

Maior piquenique/Maior caixote do lixo/Maior aplauso – Uma cadeia de supermercados, ajudada pelo cantor Tony Carreira, conseguiu reunir em Junho mais de 22 mil pessoas no Parque da Bela Vista.

Maior tacho de caracóis – Em Julho, a Câmara de Loures serviu ao público de um festival 1111 quilos de caracóis num tacho de 600 quilos, três metros de diâmetro e um de altura.

Maior cozinhado sem ajuda – Em 1998, em Silves, Dave Walia preparou uma refeição de caril, arroz e pão indiano para 1081 pessoas sem qualquer ajuda, em 50 horas e 30 minutos.

Maior colecção de recordações relacionadas com a princesa Diana – Ronny Bragança tem 2950 peças, angariadas desde 1991. A colecção inclui um cartão de Natal assinado por Carlos e Diana.

Maior pão de chouriço – O município de Vagos obteve em 2005 o recorde, com 100 padeiros a passarem 60 horas a fazer um pão com 1211,6 metros.

Fonte: Lusa / SOL

Sites de Emprego

Devido à instabilidade socio-financeira que se encontra a nivel Global cada vez mais se ouve a falar de despedimentos, falencias e muitas coisas mais…

Por isso cada vez mais é necessario saber onde uma pessoa pode-se desenrascar..

Então; para efeitos de divulgação podem encontrar no canto superior esquerdo uma pagina relacionada so com Sites de Emprego que se encontram na net.

O efeito daquela pagina é PURA E SIMPLESMENTE de DIVULGAÇÃO nada mais que isso.

Qualquer site que ali se encontra na listagem, pode ser encontrado apos pesquisa no Google.

Achei-te

«Esperminador» do Facebook engravida 12

Dominic BarnetUm jovem inglês adepto das novas tecnologias, em especial das redes sociais já é conhecido como «Esperminador», noticia o «News of the World». Dominic Baronet, de 26 anos, já engravidou 12 mulheres que conheceu através do Facebook. Duas delas engravidaram justamente no mesmo dia.

Cinco filhos do «Esperminador» já nasceram e dois nascem em Março de 2010. Cinco mulheres optaram por abortar depois da «aventura» com Dominic Baronet.

Revoltadas, as duas jovens não poupam críticas ao jovem operário fabril.

Baronet «devia ser banido do Facebook. Ele usa este site para coleccionar raparigas. Há quem use como agência de encontros, mas ele usa-o como agência de traições», diz Stacy, de 24 anos, grávida do jovem inglês.

«Dominic devia ter um aviso de perigo na sua página do Facebook e ser submetido a uma vasectomia para proteger outras raparigas», acrescenta Kerry, 24 anos, a outra mulher que Baronet engravidou no mesmo dia.

O primeiro filho de Baronet nasceu há sete anos. Teve uma filha dois anos mais tarde de uma outra mulher. Ao contrário do que se possa pensar, o jovem inglês tem namorada, com quem também já teve um filho, actualmente com três anos. Outros dois filhos nasceram recentemente, na sequência de relacionamentos que manteve com mulheres que conheceu através da Internet.

Baronet tem um currículo pouco recomendável. O jovem inglês foi condenado a quatro anos de prisão por tráfico de droga. Enquanto esteve atrás das grades, o jovem teve mais tempo para se dedicar às conquistas e estabeleceu contactos com várias mulheres através do Facebook, usando de forma ilegal um telemóvel. Quando saiu da cadeia retomou os contactos, ao vivo e a cores. O resultado, esse, já se percebeu.

Fonte: Tvi24

Mulher usava vagina para esconder tesouro

ouroPeças em ouro foram furtadas, de Leiria a Setúbal, por grupo de nómadas.

Na vagina de uma mulher, a PSP encontrou onze jóias em ouro e um relógio Omega Speed Master. Faz parte de um grupo nómada, cujo julgamento está marcado mas pode não realizar-se; o tribunal não encontra os arguidos para os notificar.

Com efeito, e segundo o JN apurou, as primeiras sessões do julgamento estavam marcadas para amanhã e depois de amanhã, no Tribunal da Moita, na Margem Sul do rio Tejo, mas a verdade é que as autoridades não conseguiram notificar os arguidos, por desconhecerem o seu paradeiro.

Como consequência, o tribunal teve que adiar o início dos trabalhos, mas sem ter qualquer certeza de quando os poderá reiniciar, o que poderá conduzir à impunidade dos autores dos crimes, acusados da prática de associação criminosa, onze furtos qualificados em residências, receptação, falsificação de documentos, condução sem carta e falsas declarações.

Os indivíduos, catorze homens e mulheres, ligados aos romi, com origem na sua maioria, na zona dos Balcãs, mas também em Itália. A acusação do Ministério Público dá conta que vieram para Portugal, até 2006, para praticarem furtos em residências.

O principal objectivo do grupo era o furto de ouro, relógios, dinheiro e telemóveis, artigos de fácil transporte e venda, num modus operandi em tudo similar a um outro inquérito que decorre no DIAP do Porto e que está também sob investigação da PSP.

O grupo em fuga, no entanto, começou a ser investigado pela PSP da Moita, em 2007, e foi na sequência dessas operações policiais que a polícia veio a detectar, em Março, uma mulher, de nome L.D., de 29 anos, natural da Croácia, depois de buscas na residência que ocupava no Montijo, na Rua João das Regras. A arguida só veio a ser detida na cidade de Elvas, junto à fronteira com a Espanha, para onde se prepararia para fugir.

Na revista efectuada por uma agente da PSP, segundo os autos, foram-lhe encontradas na vagina dois anéis, três brincos, três pendentes com pedras preciosas, um fio com cerca de meio metro, um relógio Omega Speed Master, duas pulseiras e duas medalhas com motivos religiosos.

L.D. era uma das mulheres que foram usadas pelo grupo para a prática dos furtos em residências que ocorreram em Palmela, em Setúbal, na Moita, no Seixal e em Lisboa (Telheiras e Pontinha) e em Leiria, enquantos os homens ficavam em casa a tomar conta das crianças.

Foram arrendadas casas no Montijo, Pinhal Novo e Moita, onde as famílias viviam, assim como em rulotes, e onde guardavam os objectos furtados. Quando as mulheres chegavam, os homens encarregavam-se, então, dos objectos, procedendo à sua venda ou ao seu encaminhamento para fora do país.

De acordo com os autos, o chefe do grupo, tido como muito bem organizado, era um indivíduo de nome Z.M., de 44 anos, natural da Jugoslávia, que distribuía todas as tarefas.

Num dos furtos, em Palmela, o grupo conseguiu entrar numa moradia, numa urbanização de luxo, de onde conseguiram retirar um cofre com 600 quilos, que continha mais de 200 mil euros em jóias.

Seis elementos do grupo foram detidos e ficaram em preventiva e os outros constituídos arguidos, com termo de identidade e residência, mas por causa da reforma do Código de Processo Penal, eles acabaram por ser libertados, enquanto os outros nunca cumpriram as apresentações periódicas às autoridades.

As autoridades admite que terão todos fugido para fora do país, se bem que um novo grupo tenha sido detectado, desta feita pela PSP do Porto, em assaltos realizados também em Lisboa. As autoridades estão agora a tentar perceber se haverá alguma ligação ligação entre as duas estruturas organizadas.

Fonte: JN