Todos os artigos de TiMaria

Portugueses em lugar de destaque na lista dos recordes mais originais

Recordes PortuguesesDetentor dos recordes do maior reinado europeu e do mais antigo tratado político, Portugal figura também no Guinness com proezas no mínimo originais – chifres, aviões de papel, colorações capilares e muitos pratos fartos protagonizam alguns dos mais caricatos.

Quinze mil pessoas participaram em 1998 numa das mais mediáticas tentativas de ‘multi-recordes’ do país: uma gigantesca feijoada foi servida na maior mesa do mundo, na inauguração da maior ponte da Europa, a Vasco da Gama.

Nos últimos anos, Portugal obteve novos títulos culinários, como os maiores pão de chouriço, bolo-rei, tacho de caracóis, broa de Avintes, assador de castanhas ou o cozinhado de maior dimensão confeccionado sem ajuda.

Já os fãs do desporto desiludidos com a falta de conquistas em campeonatos mundiais ou nos Jogos Olímpicos podem tentar contentar-se com o recorde da maior largada de bolas de futebol a partir de uma altura de 20 metros, em Gondomar, onde o presidente da câmara, Valentim Loureiro, admitiu nunca ter visto «tanta bola junta».

A criatividade nacional é tanta que a mais recente proeza – inserida, como muitas, numa estratégia publicitária – conseguiu incluir no Livro do Guinness mais um feito nunca antes tentado: o maior número de colorações de cabelo em 24 horas.

Eis alguns dos recordes mais caricatos alcançados em Portugal:

Maior lançamento em simultâneo de aviões de papel – Milhares de pessoas atiraram 12672 aviões de papel, construídos na hora, para o relvado do Estádio do Dragão, em 2007.

Maior número de bolas de futebol atiradas de uma altura de 20 metros – As 5071 bolas foram largadas num estádio em Gondomar, em 2007, a partir de uma rede suspensa de uma grua, durante o Europeu de futsal.

Maiores chifres de um bode – Um metro e nove centímetros, de ponta a ponta, puseram um bode de Ourém e o dono, Amílcar Reis Mendes, entre os mais curiosos recordes do Guinness em 2002.

Maior número de colorações de cabelo em 24 horas – Em Outubro passado, uma maratona num salão lisboeta deu cor aos cabelos de 380 mulheres, numa acção inserida no lançamento de novos produtos.

Maior número de t-shirts vestidas – Representando uma marca de roupa, Eduardo Freitas conseguiu vestir 268 t-shirts em duas horas, em Maio passado, num centro comercial em Oeiras.

Maior mesa/Maior número de pratos lavados – Cerca de 15 mil pessoas sentaram-se numa mesa de 5050 metros na ponte Vasco da Gama, em 1998, para saborear uma feijoada à alentejana. Os pratos foram lavados com apenas um litro do detergente patrocinador.

Maior bouquet de noiva – Fátima Fernandes criou uma composição com rosas, orquídeas, talos de espargos e fetos, num total de 42 metros e 60 quilos, para um casamento em Almargem do Bispo, em 2002.

Maior piquenique/Maior caixote do lixo/Maior aplauso – Uma cadeia de supermercados, ajudada pelo cantor Tony Carreira, conseguiu reunir em Junho mais de 22 mil pessoas no Parque da Bela Vista.

Maior tacho de caracóis – Em Julho, a Câmara de Loures serviu ao público de um festival 1111 quilos de caracóis num tacho de 600 quilos, três metros de diâmetro e um de altura.

Maior cozinhado sem ajuda – Em 1998, em Silves, Dave Walia preparou uma refeição de caril, arroz e pão indiano para 1081 pessoas sem qualquer ajuda, em 50 horas e 30 minutos.

Maior colecção de recordações relacionadas com a princesa Diana – Ronny Bragança tem 2950 peças, angariadas desde 1991. A colecção inclui um cartão de Natal assinado por Carlos e Diana.

Maior pão de chouriço – O município de Vagos obteve em 2005 o recorde, com 100 padeiros a passarem 60 horas a fazer um pão com 1211,6 metros.

Fonte: Lusa / SOL

Sites de Emprego

Devido à instabilidade socio-financeira que se encontra a nivel Global cada vez mais se ouve a falar de despedimentos, falencias e muitas coisas mais…

Por isso cada vez mais é necessario saber onde uma pessoa pode-se desenrascar..

Então; para efeitos de divulgação podem encontrar no canto superior esquerdo uma pagina relacionada so com Sites de Emprego que se encontram na net.

O efeito daquela pagina é PURA E SIMPLESMENTE de DIVULGAÇÃO nada mais que isso.

Qualquer site que ali se encontra na listagem, pode ser encontrado apos pesquisa no Google.

Achei-te

«Esperminador» do Facebook engravida 12

Dominic BarnetUm jovem inglês adepto das novas tecnologias, em especial das redes sociais já é conhecido como «Esperminador», noticia o «News of the World». Dominic Baronet, de 26 anos, já engravidou 12 mulheres que conheceu através do Facebook. Duas delas engravidaram justamente no mesmo dia.

Cinco filhos do «Esperminador» já nasceram e dois nascem em Março de 2010. Cinco mulheres optaram por abortar depois da «aventura» com Dominic Baronet.

Revoltadas, as duas jovens não poupam críticas ao jovem operário fabril.

Baronet «devia ser banido do Facebook. Ele usa este site para coleccionar raparigas. Há quem use como agência de encontros, mas ele usa-o como agência de traições», diz Stacy, de 24 anos, grávida do jovem inglês.

«Dominic devia ter um aviso de perigo na sua página do Facebook e ser submetido a uma vasectomia para proteger outras raparigas», acrescenta Kerry, 24 anos, a outra mulher que Baronet engravidou no mesmo dia.

O primeiro filho de Baronet nasceu há sete anos. Teve uma filha dois anos mais tarde de uma outra mulher. Ao contrário do que se possa pensar, o jovem inglês tem namorada, com quem também já teve um filho, actualmente com três anos. Outros dois filhos nasceram recentemente, na sequência de relacionamentos que manteve com mulheres que conheceu através da Internet.

Baronet tem um currículo pouco recomendável. O jovem inglês foi condenado a quatro anos de prisão por tráfico de droga. Enquanto esteve atrás das grades, o jovem teve mais tempo para se dedicar às conquistas e estabeleceu contactos com várias mulheres através do Facebook, usando de forma ilegal um telemóvel. Quando saiu da cadeia retomou os contactos, ao vivo e a cores. O resultado, esse, já se percebeu.

Fonte: Tvi24

Mulher usava vagina para esconder tesouro

ouroPeças em ouro foram furtadas, de Leiria a Setúbal, por grupo de nómadas.

Na vagina de uma mulher, a PSP encontrou onze jóias em ouro e um relógio Omega Speed Master. Faz parte de um grupo nómada, cujo julgamento está marcado mas pode não realizar-se; o tribunal não encontra os arguidos para os notificar.

Com efeito, e segundo o JN apurou, as primeiras sessões do julgamento estavam marcadas para amanhã e depois de amanhã, no Tribunal da Moita, na Margem Sul do rio Tejo, mas a verdade é que as autoridades não conseguiram notificar os arguidos, por desconhecerem o seu paradeiro.

Como consequência, o tribunal teve que adiar o início dos trabalhos, mas sem ter qualquer certeza de quando os poderá reiniciar, o que poderá conduzir à impunidade dos autores dos crimes, acusados da prática de associação criminosa, onze furtos qualificados em residências, receptação, falsificação de documentos, condução sem carta e falsas declarações.

Os indivíduos, catorze homens e mulheres, ligados aos romi, com origem na sua maioria, na zona dos Balcãs, mas também em Itália. A acusação do Ministério Público dá conta que vieram para Portugal, até 2006, para praticarem furtos em residências.

O principal objectivo do grupo era o furto de ouro, relógios, dinheiro e telemóveis, artigos de fácil transporte e venda, num modus operandi em tudo similar a um outro inquérito que decorre no DIAP do Porto e que está também sob investigação da PSP.

O grupo em fuga, no entanto, começou a ser investigado pela PSP da Moita, em 2007, e foi na sequência dessas operações policiais que a polícia veio a detectar, em Março, uma mulher, de nome L.D., de 29 anos, natural da Croácia, depois de buscas na residência que ocupava no Montijo, na Rua João das Regras. A arguida só veio a ser detida na cidade de Elvas, junto à fronteira com a Espanha, para onde se prepararia para fugir.

Na revista efectuada por uma agente da PSP, segundo os autos, foram-lhe encontradas na vagina dois anéis, três brincos, três pendentes com pedras preciosas, um fio com cerca de meio metro, um relógio Omega Speed Master, duas pulseiras e duas medalhas com motivos religiosos.

L.D. era uma das mulheres que foram usadas pelo grupo para a prática dos furtos em residências que ocorreram em Palmela, em Setúbal, na Moita, no Seixal e em Lisboa (Telheiras e Pontinha) e em Leiria, enquantos os homens ficavam em casa a tomar conta das crianças.

Foram arrendadas casas no Montijo, Pinhal Novo e Moita, onde as famílias viviam, assim como em rulotes, e onde guardavam os objectos furtados. Quando as mulheres chegavam, os homens encarregavam-se, então, dos objectos, procedendo à sua venda ou ao seu encaminhamento para fora do país.

De acordo com os autos, o chefe do grupo, tido como muito bem organizado, era um indivíduo de nome Z.M., de 44 anos, natural da Jugoslávia, que distribuía todas as tarefas.

Num dos furtos, em Palmela, o grupo conseguiu entrar numa moradia, numa urbanização de luxo, de onde conseguiram retirar um cofre com 600 quilos, que continha mais de 200 mil euros em jóias.

Seis elementos do grupo foram detidos e ficaram em preventiva e os outros constituídos arguidos, com termo de identidade e residência, mas por causa da reforma do Código de Processo Penal, eles acabaram por ser libertados, enquanto os outros nunca cumpriram as apresentações periódicas às autoridades.

As autoridades admite que terão todos fugido para fora do país, se bem que um novo grupo tenha sido detectado, desta feita pela PSP do Porto, em assaltos realizados também em Lisboa. As autoridades estão agora a tentar perceber se haverá alguma ligação ligação entre as duas estruturas organizadas.

Fonte: JN

Crise lança nova tendência: dão casa a troco de sexo

tempos dificeis «Moda» alastra pelo mundo e já é visível em França, Espanha, EUA e até Austrália
A crise económica mundial tem sido responsável pelo surgimento de vários fenómenos sociais, decorrentes do desespero de quem perde emprego, casa e se vê afogado em dívidas e sem nada para fazer. A mais recente tendência surgida desta recessão pode muito bem ser também a mais degradante: troca de sexo por habitação.

Este novo tipo de negócio está a alastrar a vários países, incluindo já Espanha, França, Estados Unidos e até Austrália, noticia a revista «Sábado» desta semana.

«Jovem, bem parecido, organizado, asseado e formal oferece alojamento grátis a uma ou duas jovens em troca de relacionamento fácil, convivência, cumplicidade e relações sexuais de vez em quando». O anúncio é verídico, e está publicado na Internet. O jovem em causa, um espanhol, corresponde, provavelmente, ao perfil do anunciante tipo, neste tipo de negócios, já que os anunciantes são sobretudo homens jovens, com dificuldades em manter um relacionamento amoroso estável.

Quem responde, são jovens mulheres com dificuldades económicas. E não são poucas: em França, cada anúncio destes recebe em média três respostas por semana.

Esta nova realidade é mais frequente nas grandes cidades, como Madrid ou Barcelona, onde as casas são mais caras e raramente custam menos de 500 euros por mês.

De acordo com o jornal espanhol «El Mundo», o contacto inicia-se normalmente por telefone, e-mail ou através de chats online. Os anunciantes acabam por pedir às mulheres que enviem fotos e só depois pedem encontros pessoais para acertar as bases da relação.

Mas há já também casos em que são as mulheres, que necessitam de habitação, a colocar anúncios, oferecendo sexo em troca de um tecto.

Recentemente, o consagrado actor norte-americano Al Pacino confessou ao «The Daily Star» já ter feito um acordo deste género, quando era mais novo. «Tinha 20 anos, vivia na Sicília, e uma mulher mais velha dava-me comida e alojamento em troca de sexo. Havia manhãs em que acordava a sentir-me mesmo muito mal», disse na altura.

Fonte: Agencia Financeira


Site cria top 10 dos piores produtos da Microsoft

MEUm site britânico especializado na área das tecnologias fez uma lista com os que considera serem os 10 piores produtos da Microsoft. O top 10 inclui sistemas operativos, leitores multimédia e browsers

A ideia de criar uma lista com o pior dos produtos lançados pela empresa fundada por Bill Gates partiu do site V3, para comemorar a chegada do Windows 7.

Na lista proposta pelos editores do site, o Windows Millenium Edition teve a ‘honra’ de ser o primeiro, considerado por Iain Thomson como «o software com mais probabilidade de crash com que já tive o azar de me atravessar».

Ainda no que diz respeito a sistemas operativos, o Windows Vista alcançou a quarta posição da lista, em grande parte devido ao hype que se criou com o software e que não correspondeu às expectativas dos utilizadores.

O outro sistema operativo que surge na lista é o Windows 95, ocupando a oitava posição.

Ao longo da lista, encontram-se ainda produtos como a certificação Vista Capable, o MS-DOS 4.0, o browser Internet Explorer 5, o leitor multimédia Zune, a resposta da Microsoft ao iPod da Apple ou o assistente do utilizador Clippy, que estava presente nos programas do Office entre 1997 e 2003

Fonte: Sol

Europa vai legislar corte da Internet sem ordem judicial

piratariaO Parlamento Europeu chegou a um princípio de acordo com o Conselho Europeu para legislar relativamente à suspensão do serviço de acesso à Internet sem necessidade de ordem judicial.

Representando os dois órgãos, delegações de ambas as partes concluíram que “o acesso à Internet de um utilizador pode ser restrito se necessário, mas apenas após um processo justo e imparcial que respeite o direito do utilizador a ser ouvido”, referem num comunicado.

“Tais medidas só podem ser tomadas com o devido respeito pelo princípio da presunção da inocência e do direito à privacidade e como resultado de um processo anterior justo e imparcial, garantindo o direito a ser ouvido (…) e o direito a uma acção judicial efectiva e em tempo útil”, refere-se no compromisso que servirá de base ao texto a ser integrado na futura directiva das comunicações electrónicas.

Após consultarem os serviços jurídicos do Conselho, do Parlamento e da Comissão Europeia, as delegações responsáveis pela negociação do tema chegaram à conclusão que incluir a expressão “ordem judicial” poderia exigir uma harmonização dos sistemas judiciais dos Estados-membros, algo que escapa às competências da UE neste domínio.

“Eram dificuldades jurídicas insolúveis”, disse em conferência de imprensa o vice-presidente do Parlamento, Alejo Vidal-Quadras, líder da delegação parlamentar.

Para Vidal-Quadras, que qualificou o acordo como “um verdadeiro êxito”, “salvamos o espírito e as consequências efectivas da antiga emenda 138, que foi introduzida pelos deputados do bloco e que pedia uma ordem judicial para cortar o acesso à Internet, algo que o Conselho não estava disposto a aceitar”.

Recorde-se que os eurodeputados tinham decidido recentemente eliminar a emenda 138, largamente defendida pelas associações de internautas, que impedia o corte do acesso à Rede sem que existisse uma decisão judicial.

O compromisso agora assumido pelas delegações será então integrado na directiva para as comunicações electrónicas que, depois de várias emendas, tem a terceira leitura e votação final entre de 23 a 26 de Novembro próximos.

Fonte: TekSapo

 

Nova Casa…

Vamos a ver se é desta(espero bem que sim).

Como o nome indica nova casa logo, implica tudo novo…

Mas o conceito fica bastante parecido com o antigo. Falar de tudo e  de nada.

Tentar inglobar temas que me possam interresar por isso…

Espero falar desde noticias estupidas a serias, de humor(imagens. videos, etc…), de informatica a jogos, enfim tudo desde que em desperte interrese(ou até mesmose ouver algo que me indiquem a por aqui…).

Como perfeição não existe, não se admirem se encontrarem para aqui erros de escrita ou até mesmo opiniões confusas…

Por isso vamos a ver como isto corre.