Arquivo de etiquetas: rir

O Bêbado culto…

Um político que estava em plena campanha chegou a uma aldeia, subiu num caixote e começou o seu discurso:

– Compatriotas, companheiros, amigos! Nos encontramos aqui convocados, reunidos ou ajuntados para debater, tratar ou discutir um  tópico, tema ou assunto, o qual é transcendente, importante ou devida ou morte. O tópico, tema ou assunto que hoje nos convoca, reúne ou ajunta, é  minha postulação, aspiração ou candidatura à Presidência desta cidade

De repente, uma pessoa do público pergunta:
– Escute aqui, por  que o senhor utiliza sempre três palavras para dizer a mesma coisa?

O  candidato responde:
– Pois veja, meu senhor: A primeira palavra é para  pessoas com nível cultural muito alto, como poetas, escritores, filósofos etc.  A segunda é para pessoas com um nível cultural médio como o senhor e a maioria  dos que estão aqui. E a terceira palavra é para pessoas que têm um nível  cultural muito baixo, pelo chão, digamos, como aquele bêbado ali jogado na  esquina.

De imediato, o bêbado se levanta cambaleando e  responde:
Senhor postulante, aspirante ou candidato! (hic) O fato, circunstância ou razão de que me encontre (hic) em um estado etílico, bêbado  ou mamado (hic) não implica, significa, ou quer dizerque meu nível (hic)  cultural seja ínfimo, baixo ou ralé mesmo (hic). E com todo o respeito,  estima oucarinho que o Sr. merece (hic) pode ir agrupando, reunindo ou ajuntando (hic), seus pertences,coisas ou bagulhos (hic) e encaminhar-se,  dirigir-se ou ir diretinho (hic) à leviana da sua genitora,à mundana de sua  mãe biológica ou à puta que o pariu!

transferir

Sapatilha

O Tone tinha acabado de comprar o seu Fiat 600 e entusiasmado com o bicho, desafia a Maria a dar
uma volta.

-Maria bais ber como isto anda ! … Dá 180, carago ! ! !

-Ai, amoare ! ! ! ….Que lócura ! Se isso anda assim eu juro que me
poanho toda nua e te salto em cima !

-Num digas isso, carago, que eu fico doidoooooo !

E o Tone mete a primeira, segunda, terceira … e já ia a mais de 120 !
….

A Maria, doida com aquilo, começa a despir-se … Tira a roupinha toda e salta para cima do Tone.

-Maria ! ! Maria ! !… Num beijo nada, carago … Assim num consigo beare

O Tone ainda tenta controlar o seu Fiat : faz uns piões … umas
derrapagens.. e … espeta-se contra uma árvore !

Ele fica preso no carro enquanto que a Maria é projectada.

-Maria ? ? ? Tás bem-ê, meu amoare ?

-Toue ! … E tu, Tone ?

-Tou bem-ê, mas estou preso, carago ! Olha, bai buscare ajuda ! Há aquelas boambas ali atrás,
tens de lá ire !

-Mas ó amoare, tou toda nua ! ! E agoara ?

-Tens dire, carago ! ! Rápido. Olha : peaga aí na sapatilha e põe à frente!

E a Maria lá vai ! Com a sapatilha a tapar a coisa, a correr a buscar ajuda.
Chega à bomba e estava lá um senhor a abastecer o carro …

-Ó sinhoare ! ! ! Tem de me ajudare !

Ele olha para ela … toda nua com uma sapatilha à frente a tapar a coisa

-Tem de me ajudare ! ! ! O meu namorado ficou preaso ! ! !

-Ó menina, não sei se consigo ! O rapaz está muitooo para dentro. Só tem uma  sapatilha de fora …

 animais-felicidade-11

Longevidade no Alentejo

(ok, o alentejo saiu mesmo na rifa)

O alentejanosTi Zé Chaparro, aproveitando a viagem a Mértola, foi ao médico fazer um ‘xécápi’.
Pergunta o médico.
– Sr. José, o senhor está em muito boa forma para 40 anos.
– E eu disse que tinha 40 anos?
– Quantos anos o senhor tem?
– Fiz 57 em Março.
– Não me diga! E quantos anos tinha o seu pai quando morreu?
– E eu disse que meu pai morreu?
– Oh, desculpe! Quantos anos tem o seu pai?
– O velho tem 81.
– 81? Que bom! E quantos anos tinha o seu avô quando morreu?
– E eu disse que ele m
orreu?
– Sinto muito. E quantos anos ele tem?
– 103, e ainda anda de bicicleta.
– Fico feliz em saber. E o seu bisavô? Morreu de quê?
– E eu disse que ele tinha morrido? Ele está com 124 e vai casar na semana que vem.
– Agora já é demais! – Diz o médico revoltado.

– Por que é que um homem de 124 anos iria querer casar?
– E eu disse que ele QUERIA se casar? Não queria nada, mas engravidou a rapariga!..

Só porque sim

Esta imagem fez me lembrar isto…

“Um fulano que estava a passar no Alentejo vê em plena chuva um alentejano a regar a horta…resolve parar e vai lá perguntar porque motivo com tanta chuva anda o senhor com uma mangueira na mão a regar…
Responde-lhe o Alentejano:
– Amigo, a gente aqui nã precisamos de favoris de niguêim!!!!..”

1

….. Ok, temos aqui um carro “fashion”…

2

Ok, esta é pior que a outra…

Será que veio tudo parar ao chão ou alguém avisou a pobre da criatura??

3

 

Gajo que é gajo leva tudo de uma vez!! Não há cada nada disso de se fazer 2 viagens!!!

4

…… Certo….

5

Alguém deve ter ficado em sarilho…

6

Credo…que dor de costas aquilo não deve de dar! E sempre deve arejar os sovacos…

7

Até pode ser giro ter um barco… Mas ter uns neurónios a funcionar é excelente…

8

….. Como é que!?!? oO E para tirar aquilo sem estragar o carro… Oo

9

Cada um passeia o que pode…

10

Novo capacete de proteção para ciclistas…

12

Tá escuro aqui

Uma dona de casa recebe um amante todos os dias em casa, enquanto o marido trabalha.
Durante esse tempo ela mete o filho de 9 anos trancado no armário do quarto.
Certo dia o marido chega a casa e o amante ainda lá está.
Então ela tranca o amante no armário onde estava o filho.

Ficaram lá um bocado, até que o miúdo diz:·

 -Tá escuro aqui…
– Tá…
– Eu tenho uma bola de ténis para vender…
– Que giro!
– Queres comprar?
– Não!
– Pronto… Se preferes que eu diga ao meu pai…
– Quanto é que queres pela bola?
– 25 Euros.
– Toma.
Uma semana depois, o marido torna a chegar cedo.

O amante está em casa.

O miúdo está no armário. O amante vai para o armário.

Eles lá ficam em silêncio até que o miúdo diz:·
– Tá escuro aqui…
– É, está.
– Eu tenho aqui uma raquete de ténis para vender por 150 euros. — Que bom.
– Queres comprar?
– 150 Euros??? É muito cara!
– Se preferes que eu diga ao meu pai… É contigo.
– Não, não… Eu compro.
– Aqui está.·

Outra semana depois, o marido torna a chegar cedo.·
O amante está em casa.

O miúdo está no armário.
O amante vai para o armário.
Eles lá  ficam em silêncio até que o miúdo diz:·

– Tá escuro aqui…
– É, está.
– Eu tenho aqui umas sapatilhas da Nike para vender por 500 euros.
– Que bom para ti.
– Queres comprar?
– 500 Euros??? Tás doido?!!
– Se preferes que eu diga ao meu pai… É contigo.
– Não não, eu compro, eu compro.

  No fim de semana, o pai chama o filho:

  – Pega na bola e na raquete e vamos jogar.
– Não posso. Vendi tudo.

  – Vendeste? Por quanto?
– 675 Euros.
– Não podes enganar os teus amigos assim. Vou levar-te agora ao padre para te confessares.·

Chegando à igreja, o miúdo entra pela portinha, ajoelha-se e fecha a portinha.

Abre-se uma janelinha e aparece o padre.
–  Meu filho, não temas a Deus, diz e Ele perdoar-te-á. Qual é o teu pecado?
–  Tá escuro aqui, não tá?
–  Não vais começar com essa merda outra vez, aqui eu não vou comprar nada…..